16 de maio de 2017

Pistolagem?? Ex-prefeito do PSDB está foragido, pode ter sido o mandante do assassinato de Diego do Alemão

Diego do Alemão chegou a ser socorrido, mas morreu pouco tempo depois de ser alvejado em Breu Branco.

Diego venceu a eleição em 2016 com quase 47% dos votos

O prefeito da cidade paraense de Breu Branco, conhecido como Diego do Alemão (PSD), sofreu um atentado à bala na manhã de hoje, 16, quando fazia exercício físico em uma bike.
A informação chegou ao Blog do Jeso através do deputado federal Wlad Costa, do Solidariedade.

Leia também

O atentado, segundo o parlamentar, teria sido encomendado por 30 mil reais, supostamente pelo ex-prefeito Admilson Mezzomo, que está foragido.
Diego Kolling, natural de Tucuruí, é casado e tem 34 anos.
Ele foi levado para o Hospital Regional de Tucuruí, em estado grave. Pouco tempo depois, Kolling morreu.

No ano passado, ele venceu a eleição para prefeito com quase 47% dos votos válidos do município. Derrotou 4 candidatos, entre os quais o ex-prefeito Adimilson Mezzomo, do PSDB, que ficou em 2º lugar.

Em nota para imprensa, logo depois do crime, o PSD fez críticas por “mais um episódio lamentável da violencia que tomou conta do Estado do Pará”.
E exigiu “a imediata apuração e prisão dos responsáveis por essa abominável atrocidade”.
ROTAM
Segup (Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social) determinou o deslocamento, a partir da cidade de Tucuruí, de grupos de policiais militares da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) para Breu Branco, a fim de reforçar o policiamento na cidade por conta do assassinato do prefeito Diego Alemão (PSD), vítima de uma possível emboscada.
O prefeito foi atingido por disparos, por volta de 7h30 desta terça-feira, 16, no momento em que pedalava com um grupo de amigos na rodovia PA-150.
A secretaria determinou, ainda, o deslocamento de um helicóptero do Grupamento Aéreo da Segup para a cidade de Breu Branco, que conduzirá uma equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios (DH), responsáveis pelas investigações sobre o caso. O trabalho será coordenado pelo delegado Eduardo Rollo, da DH (Agência Pará).
Postar um comentário