DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

23 de junho de 2017

Após implantar o teste do olhinho, Açailândia passa a contar também com o teste do coraçãozinho.


A partir de agora, os bebês nascidos no Hospital Municipal de Açailândia (HMA), serão submetidos ao Teste do Coraçãozinho após as primeiras 24 horas de vida e antes da alta hospitalar. O serviço tem como objetivo, detectar precocemente casos de cardiopatia congênita no recém-nascido. O serviço foi implantado no (HMA) ultimo dia (21).


Trata-se de um teste, que deve ser realizado no recém-nascido ainda na maternidade após as primeiras 24 horas de vida e antes da alta hospitalar, para rastreio de cardiopatias congênitas e críticas. Consiste na medição da saturação (níveis de oxigênio no sangue) do bebê, através da utilização de um aparelho denominado “oxímetro”.

O Hospital Municipal de Açailândia (HMA) já oferece os testes do Olhinho e agora conta também com o do coraçãozinho. Além disso, os testes de triagem, onde os recém-nascidos saem do (HMA) já imunizados, eliminando com isso, os riscos de se contrair qualquer infecção ou contaminação. 

De acordo com a coordenadora do Programa de Atenção Integral a Saúde da Criança e do Adolescente Suzane Vieira, o exame é muito simples, indolor e rápido. Consiste na realização da oximetria de pulso, realizada na mão direita e em um dos pés (direito ou esquerdo) do bebê, após 24h de seu nascimento.

O Exame aponta como está sendo a oxigenação do sangue. “O teste é de grande importância, já que os sintomas dos problemas cardíacos podem se manifestar apenas algumas semanas após o nascimento, quando o bebê já recebeu alta da maternidade”, destaca Suzane Vieira ao esclarecer que somente bebês com idade gestacional acima de 34 semanas podem ser submetidos ao exame.
  
A diretora-geral do Hospital Municipal de Açailândia (HMA) Bernadete Oliveira, destaca que a implantação do teste do coraçãozinho, é um diferencial muito importante para a instituição, já que é uma medida que beneficia os recém-nascidos, por identificar as dificuldades congênitas do coração.

Já a secretaria de saúde Kerly Cardoso, ressaltou que “a administração do prefeito Juscelino Oliveira está sempre em busca de componentes novos para melhorar a saúde e o bem-estar dos bebês, das suas mães e de todos os usuários. E temos certeza, de que esse exame simples, é mais um passo para continuarmos oferecendo um serviço de qualidade”, destacou a secretaria.