COMPRE DIRETO DA CHINA SEM INTERMEDIARIO

23 de agosto de 2017

Por que tanta maldade na web? Whindersson desabafa após 'posts' de ódio de piauienses: que mal fiz?


Whindersson Nunes talvez seja o piauiense que mais se destacou pelo seu talento, sem esquecer as suas origens, e ganhou o mundo. Nascido em Palmeira do Piauí e criado em Bom Jesus, é hoje o maior youtuber do Brasil, um dos maiores do mundo. Comediante, cantor, dançarino e o que mais aparecer, lota locais de eventos em todos os estados do Brasil, além dos Estados Unidos e Europa, sem nunca esquecer o Piauí. Sem dúvida um grande feito. Mas o que era para ser um grande orgulho, para alguns isso desperta muito ódio.

Nesta terça-feira (22/08) o Ministério Público do Piauí divulgou a informações que o jovem vai fazer um show de graça em Teresina como Termo de Ajustamento de Conduta firmado com a produtora que organizou seu espetáculo na capital em abril. Na ocasião, algumas pessoas que participaram da apresentação reclamaram da organização, som, entre outros. Na época Whindersson se comprometeu a fazer outro show se necessário, mesmo assim, o rapaz foi alvo de comentários de ódio nas redes sociais.
Whindersson foi chamado de doente, otário, entre outras palavras que o entristeceram. Como um youtuber experiente, já está acostumado com o haters, pessoas que utilizam as redes sociais apenas para espalhar ódio, mas desta vez o que o tocou foi que os comentários partiram de piauienses, seus conterrâneos.
“Toda vez que leio comentários a respeito de mim no 180 graus fico sem entender”, disse ele no Twitter sobre uma postagem no portal em que várias pessoas fizeram comentários. “Toda vez que saio nesta página e leio os comentários fico imaginando que mal eu fiz pra me odiarem tanto”, questionou ele em um post no Facebook.
Inveja, distúrbios mentais, carência, necessidade de chamar a atenção, frustração, o que leva uma pessoa a usar as redes sociais somente para falar mal de tudo?






LIBERDADE DE EXPRESSÃO X OFENSA
Liberdade de expressão é um direito garantido pela Constituição e todo cidadão pode usá-la livremente, o problema é que muitas pessoas se utilizam desta ferramenta importante da nossa sociedade para espalhar ofensas e ignorância.

As redes sociais estão à disposição de todos, mas o que ganha uma pessoa que a utiliza para falar mal de tudo, mentir, falar do que não sabe e denegrir pessoas?
Pior ainda é quem se esconde atrás de perfis falsos para disseminar sua falta de confiança, muitas vezes com acusações levianas, que não são capazes de provar, cometendo crimes na web.
ACEITA
Monalysa Alcâtara, a piauiense eleita Miss Brasil, também passou por isso em sua terra. Enquanto uns compartilhavam a alegria do título inédito, muitos não perderam tempo em tornar públicas as ofensas contra a jovem de 18 anos escolhida em um júri criterioso. Ela já esperava tal repercussão, mas nunca escondeu a dor de ser tratada com tanto desdém por pessoas que acham que suas opiniões estão acima do respeito.


NINGUÉM É OBRIGADO
Whindersson Nunes fez sucesso com sua autenticidade, tem 22 milhões de seguidores do Youtube e fãs espalhados por todo mundo. Ninguém é obrigado a gostar dos seus vídeos, da sua voz, do seu cabelo, da forma que se veste, ele não força ninguém a isso, ele está vivendo a sua vida, desfrutando do que sempre quis através da sua dedicação e tudo isso deveria ser motivo de orgulho, ou um exemplo para muitas pessoas. O piauiense por muito tempo foi acostumado a escutar que seu estado era muito pobre, que as pessoas eram feias, que o Piauí não ia pra frente, mas parece que quando alguém se destaca, as outras não aceitam, como se as pessoas sempre tivessem que viver na miséria.

2.jpg
O que salva é que o pensamento da maioria dos piauienses quer sim que seus conterrâneos cresçam, que o estado se desenvolva, que os problemas sejam revolvidos, que o estado seja justo e ideal para seus moradores, mas obviamente, isso depende do esforço coletivo.
--- ---

COMPRE DIRETO DA CHINA SEM INTERMEDIARIO