31 de outubro de 2017

Prefeitura reúne Agentes de Saúde e de Endemias e ministra palestra sobre a meningite

Preocupada com o os casos de meningite que vem ocorrendo na região, a prefeitura de Açailândia, através da Secretaria de Saúde, reuniu todos os Agentes de Saúde e de Endemias do município com o objetivo de travar uma luta contra a meningite viral e estes passem a orientar a população como se prevenir da doença.


O encontro aconteceu no auditório da Câmara de Vereadores e contou com a presença da coordenadora do setor de imunização do município Adriana Parra, do coordenador da Vigilância em Saúde, Clodoaldo da Silva Cardoso. A palestra sob o tema “ Prevenção e Sintomas da Meningite Viral”, foi ministrada pelo coordenador do – NMES - Núcleo Municipal de Educação em Saúde, Antenor de Oliveira Gomes e teve a participação assídua dos servidores da Saúde.

De acordo com Clodoaldo Cardoso, a Secretaria de Saúde e a Vigilância em Saúde se preocupou em passar primeiro estas informações para os colaboradores que são os Agentes de Saúde e os de Endemias e comunitários. “Queremos tranquilizar a população que não existe surto da doença em Açailândia. Existem alguns casos isolados em período sazonal em que a vigilância está atenta a todos os casos. Neste encontro está sendo debatidos os meios de prevenção, controle da doença e sobre tudo as informações para os nossos colaboradores. Após este evento queremos como resultado, que a população possa também receber estas informações sobre a prevenção de casa em casa”, explicou o chefe da Vigilância em Saúde.

Meningite é a inflamação das membranas que revestem o encéfalo e a medula espinhal, conhecidas coletivamente como meninges. A inflamação pode ser causada por infecções por vírus, bactérias ou outros micro-organismos e, menos comumente, por certas drogas. A meningite pode pôr em risco a vida em função da proximidade da inflamação com órgãos nobres do sistema nervoso central e por isso essa condição é classificada como uma emergência médica.

Os sintomas mais comuns de meningite são forte dor de cabeça e rigidez de nuca associados à febre alta, confusão mental, alteração do nível de consciência, vômitos e a intolerância à luz (fotofobia) ou a sons altos (fonofobia). Algumas vezes, especialmente em crianças pequenas, somente sintomas inespecíficos podem estar presentes, como irritabilidade e sonolência. A presença de uma erupção cutânea pode indicar um caso particular de meningite causada por bactérias do tipo meningococos.

Uma punção lombar pode ser usada para diagnosticar ou excluir um quadro de meningite. O procedimento envolve a inserção de uma agulha no canal medular para extração de uma amostra de liquor, o líquido que envolve o encéfalo e a medula espinal. O líquido coletado é, em seguida, examinado em um laboratório. O tratamento habitual para a meningite é a pronta administração de antibióticos e, por vezes, fármacos antivirais. Em algumas situações, corticoides podem ser usados para prevenir complicações da inflamação hiperativa. A meningite pode ter complicações sérias a longo prazo como epilepsia, hidrocefalia e déficit cognitivo, especialmente se não tratada rapidamente. Algumas formas de meningite, como aquelas associadas com meningococo, Haemophilus influenzae tipo B, pneumococo ou vírus da caxumba, podem ser prevenidas através da vacinação.

ASCOM PMA- Por Antonio Maria


--- ---