30 de novembro de 2017

Secretário de Indústria e Comércio de Açailândia participa do VII Fomenta Nacional realizado em Brasília


O evento, que visa aproximar os pequenos negócios de compradores públicos, aconteceu nos dias 28 e 29, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, na capital federal.

Realizado a cada dois anos, o Fomenta Nacional traz em sua programação uma série de palestras, painéis, oficinas, seminários temáticos e internacionais, apresentações de casos de sucesso, além do encontro de oportunidades realizado entre pequenos negócios fornecedores e gestores públicos.

O Secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Açailândia, Cleones Matoes que compôs também a caravana de empresários e gestores públicos foi escolhido na semana passada como o representante do fórum de secretários de desenvolvimento econômico da regional de Açailândia.

Uma caravana de 36 gestores e agentes públicos, bem como empresários maranhenses integram a caravana organizada pelo Sebrae estadual para o VIII Fomenta Nacional.

Em sua oitava edição, o Fomenta Nacional, promovido pelo Sebrae Nacional e parceiros institucionais, conta com a participação de representantes de 18 estados brasileiros por meio das caravanas.

A ideia é que os participantes – gestores públicos, lideranças empresariais, donos de pequenos negócios, presidentes de comissões de licitações criem um efeito multiplicador quando retornarem aos seus respectivos municípios.

Fomenta Nacional

Idealizado em 2008, o evento tem como objetivo aproximar os pequenos negócios de compradores públicos, criando condições para ampliar a participação das MPEs no volume de compras dos Governo Federal, Estadual e Municipal, assim como suas estatais.

 “É um evento de grande relevância à medida que também promove a capacitação dos gestores públicos e dos pequenos negócios sobre os instrumentos legais e operacionais que visam a inserção das MPEs nomercado das compras governamentais.

O VIII Fomenta Nacional é uma realização do Sebrae com correalização do Governo de Brasília e Governo Federal, por meio do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, com apoio da UNOPS (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos), Atricon (Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil), Ministério do Desenvolvimento Social e Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.


Com informações do Blog Folha de Cuxá.
--- ---