CIDELÂNDIA:COMOÇÃO NO SEPULTAMENTO DE PEDRO SÁ


A população cidelandense sepultou sob forte comoção, na tarde da ultima quinta-feira (26/04/18), um dos seus filhos ilustre. Trata-se do ex-vereador,  e ex-secretário de saúde do município, Pedro Pereira de Carvalho Sá, popularmente conhecido como Pedro Sá.

Pedro Pereira de Carvalho Sá, tinha apenas 72 anos, faleceu na ultima Quarta-feira (25), em decorrência da esclerose lateral amiotrófica (ELA), que é uma doença neurodegenerativa fatal de causa desconhecida, que acomete os neurônios motores, responsáveis pelos movimentos voluntários.
É caracterizada pela perda progressiva da força muscular, que afeta os movimentos, a fala e a deglutição, causando paralisia. - doença em que o sistema imunológico destrói a cobertura dos nervos.


E QUEM FOI PEDRO SÁ?
Pedro Sá, como era conhecido popularmente, chegou a Cidelândia no ano de 1972, vindo de Colinas, também no Maranhão. Aqui, casou, constituiu família. Comprou ainda à época, a farmácia que a família tem até hoje.

Trabalhou arduamente para elevar o povoado de Cidelândia, à condição de município, conquistando junto a outros que embrenhavam a luta, o feito no ano de 1994 - quando houve o Plebiscito que emancipou administrativa e politicamente Cidelândia de Imperatriz.

Pedro Sá foi um dos vereadores eleitos na primeira eleição do recém-criado município em 1996. Ainda chegou a ministrar aula no inicio da escola Isaura Amorim. Foi também sub-secretário de saúde, e secretário efetivo de saúde em duas gestões. Pai de família, católico. Em fim, um grande homem que prestou relevantes trabalhos na área da saúde, até mesmo antes quando não tinha hospital nessa região.

SEMENTE PLANTADA
Pedro Sá se foi, só que ao lado da sua esposa dona Delza, deixou varias sementes que já vem dando bons frutos, através dos filhos, Gisélia, Gilmar, Gildete, João Batista,  Girlândia, e o garoto orgulho de todos, Pedro Pereira de Carvalho Sá, conhecido como Pedro Junior. E dos Netos, Melissa, João Pedro, Jorder, Gervásio, Maria Eduarda, Willian, Isabela, Heitor, Nicole, Junior Batista, Lydson, Laryson, e Lelyson.

EXEMPLO PARA TODOS
Em momentos de tanta desonestidade, e falta de zelo pela coisa pública, Pedro Sá foi um dos poucos homens a nível de Brasil, que se pode relembrar como exemplo, uma reserva moral, de integridade,  e honestidade inabalável, e acima de tudo, transparência quando exerceu cargos públicos.

O homem pacificador, sem magoas, sempre pronto a perdoar, sempre de mão estendida a todos os que o procuravam, temente a Deus, fez tudo o que esteve ao seu alcance para servir ao próximo. Se não o fez mais, foi devido à falta de apoio, e incentivo daqueles que detinha o poder.

VELÓRIO
O corpo foi velado desde à tarde da ultima quarta-feira (25), até às 14h de ontem (26) em sua residência na Rua 15 novembro 1516 centro de Cidelândia.

MISSA DE CORPO PRESENTE
Após o velório em sua residência, foi realizada na Matriz da Igreja Católica de Cidelândia, a Missa de Corpo Presente, celebrada pelo pároco da igreja o Padre Gildácio. O Padre Francisco também prestou uma homenagem ao amigo. Uma afilhada do mesmo não conseguiu orar no altar, tamanha foi à emoção. Outro momento marcante, foi à homenagem feita por um grande amigo da família, o também conhecidíssimo Padre Cícero.

HOMENAGEM DA CAMARA MUNICIPAL 
Da Igreja, o corpo seguiu para a Câmara Municipal, onde recebeu homenagens dos vereadores Chiquinho, Chica Preta, Valmir da Sol Brilhante e Ezequias Vieira, e do ex-prefeito Ivan Antunes. A cerimônia foi marcada ainda, por homenagens vocal de netos, uma afilhada de batismo, sobrinhos, filhos, e amigos. A ex-vereadora Valdenir Teixeira, mãe do prefeito Fernando Teixeira, que representou o gestor, que se encontrava em viagem, prestou também uma homenagem ao ilustre  e saudoso Pedro Sá.

Os poderes Executivo e Legislativo do Município emitiram nota de pesar diante da perda irreparável e se solidarizam com os familiares. Ainda em face da perda, a administração municipal decretou três dias de luto oficial.

SEPUTALMENTO
O sepultamento aconteceu no Cemitério Municipal Campo da Saudade, 17h. Deixa saudades, e a prova foi o reconhecimento da população ao prestar-lhe homenagens.

Texto: Elivan Braz/Nilton Sumiu




















Tecnologia do Blogger.