Como será o futuro governo Bolsonaro


Atualmente, os recursos federais ficam concentrados em Brasília, nas mãos da União. Quando Jair Bolsonaro assumir a presidência do Brasil, vai propor a inversão dessa pirâmide de distribuição de dinheiro público, porque precisamos que os recursos fiquem onde o contribuinte está.

Durante a última estiagem, mais da metade dos municípios do nordeste declararam situação de emergência. Esse problema poderia ter sido prevenido e amenizado, caso o dinheiro público tivesse chegado à população num prazo menor, sem burocracia e intermediários.

No governo de Jair Bolsonaro, os cerca de 1.800 prefeitos nordestinos receberão as verbas federais direta e automaticamente. A ordem é acabar com a ineficiência e com a corrupção existentes na liberação de recursos federais. E isso NÃO significa carta branca.

O Governo Federal coordenará e acompanhará os esforços de prefeitos e seus secretários para o atingimento de metas claras. Diante de desvios ou corrupção, os responsáveis serão punidos. Precisamos, sim, acabar com a corrupção que assola o nosso país. As pessoas honestas devem ter liberdade e recursos para trabalhar para o bem desse nosso querido Brasil.

Tecnologia do Blogger.