Após decisão judicial, a central de regulação do governo do Maranhão em Imperatriz, autoriza transferência de paciente internada a mais de 60 dias em Açailândia para São Luis.


Depois de uma longa espera, em fim, hoje sexta-feira (28),  a missionária irmã Valda é transferida para concluir seu tratamento de saúde na capital São Luis. A irmã  Valda ficou internada por cerca de 60 dias, no Hospital Municipal Dr. Gerson Abreu de Sousa (HMGAS) em Açailândia. A missionaria estava aguardando uma autorização da central de regulação do governo do estado.

O drama vivido pela missionária irmã Valda, teve início quando a mesma fraturou o fêmur, em um acidente domestico, e de imediato foi internada e assistida pela equipe médica do (HMGAS), sob os cuidados do médico ortopedista Dr. Valmir.

Quando da internação, Dr. Valmir, suspendeu a cirurgia da paciente, devido à mesma ser sexagenária, e a mesma  precisa semanalmente fazer seções de hemodiálise devido outro problema de saúde. E por isso, precisaria de uma UTI após a cirurgia. E como todos sabem, o município de Açailândia ainda não dispõe dessa unidade de terapia intensiva.

Desde a internação da missionária irmã Valda, a secretária de saúde, na pessoa da secretaria kerly Cardoso, e a diretora do (HMGAS) Bernadete Oliveira, foram em busca da unidade de regulação do governo do estado, que fica em Imperatriz, tentando agendar a transferência da paciente para o tratamento adequado na capital do estado, fato esse sempre negado, pelo órgão do estado.

Devido à burocracia imposta pela central de regulação do governo do estado em Imperatriz, que por sinal tem um péssimo atendimento, e fica muito na conta mão, devido seu funcionamento ser em outro município, só aumentava ainda mais o drama da família, e amigos da missionária irmã Valda.

Diante da burocracia imposta pelo órgão regulador do governo do estado, foi preciso a intervenção da justiça, que de imediato, atendendo um pedido da família através de seus advogados, estabeleceu um prazo de cinco dias, para que o governador Flavio Dino, e o prefeito Juscelino Oliveira resolvessem sobre o tratamento de saúde da missionária.

Quando da entrevista da missionária ao blog Atual10, a mesma disse o seguinte: “Primeiramente cumprimento com uma boa tarde, a todos. graças a Deus e a todas as pessoas que estão me ajudando, eu só tenho que agradecer a Deus e a todos. Indagada de como foi o tratamento no Municipal de Açailândia (HMGAS), ela afirma que: “Foi bom, as meninas todas muito legal, os médicos, eu também não tenho o que falar deles, o que eles puderam fazer para me ajudar eles fizeram”. Indagada o porquê da não realização da cirurgia a mesma afirma que: "O Dr. Disse que não fazia a cirurgia, devido eu fazer hemodiálise, se não fosse isso, nos 10 dias que estive La, a cirurgia teria sido feita” Declarou a missionária. Irmã Valda fez questão de elogiar o tratamento de todo às enfermeiras e dos médicos, em especial do  ortopedista Dr. Valmir.

A missionária irmã Valda, é esposa do pastor Xavier, atualmente congrega na Congregação Novas de Paz, com o pastor Félix Júnior. E hoje sexta-feira dia (28), a mesma foi transferida em uma ambulância da prefeitura de Açailândia, para tratamento em São Luis capital do estado.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.