O Maranhense gosta de viver é na “taca, comendo poeira”. Entenda aqui abaixo

Escória da politica maranhense  Lobão e Sarney Filho
Institutos de pesquisas eleitorais do Brasil, especialmente os maranhenses, não tem mínima credibilidade isso é fato. A grande maioria só funciona de fachada em período eleitoral, sempre tendencioso a beneficiar quem os contratas.

Mesmo assim, temos a obrigação de sermos vigilante, além de analisar todos os detalhes dos acontecimentos políticos. Os últimos resultados na disputa para senador do Maranhão, caso fosse verdade, é uma prova de que o povo tem amnésia politica, esquece rápido as injustiças, e prova por A + B, que realmente gosta de bandidos.

Fazendo sempre inversão de valores, boa parte da imprensa, que sempre procura beneficiar quem as pagas, tem mostrado nos últimos levantamentos, que ser bandido, e saquear os cofres públicos, e o que vale apenas na disputa eleitoral. 

Uma prova disso, é o posicionamento do ex-ministro de Minas e Energia e atual senador candidato a reeleição Edison Lobão, que aparece na frente com 24% dos votos, isso é uma prova que o maranhense gosta mesmo de viver é na “taca, comendo poeira”. 

O segundo lugar, aparece um tal deputado e ex-ministro de Meio Ambiente conhecido como Sarney Filho. Um fato curioso, é que até o momento não sabemos como esse senhor conseguiu se eleger tantas vezes ao cargo de deputado federal. Pois não se tinha conhecimento, nem mesmo de campanha politica, feita pelo mesmo aos cargos de deputado.

Se o povo Maranhense tivesse a mínima intenção de moralizar, ou mesmo fazer mudanças, tinha que levar para o senado o ex-governador Zé Reinaldo, que tem uma vasta folha de serviços prestada em todo estado. Além disso, Reinaldo teve a honra de romper com a familia Sarney, em seguida ajudou eleger Dino, que como qualquer comunista traiu Zé Reinaldo. Por essas e outras, Zé Reinaldo é um dos únicos que merece ser eleito.

O outro candidato que merece uma chance, é o deputado estadual e candidato ao senado Alexandre Almeida. Já figuras tarimbada da politica, principalmente de forma negativa, como exemplo, Valdir Maranhão, tem que ser expulso da vida pública e pelas portas do fundo.

Já a candidata ao senado Elisziane Gama, devido suas má companhias, e o fato da mesma usar claramente a estrutura da Igreja Evangélica a seu favor, demostra claramente que Gama não passa de uma oportunista, que se "esconde" atrás do altar, em busca de se manter ativa na politica, pois até o momento não disse a que veio.

Já Weverton Rocha, esse dispensa apresentação, articulador nato, digamos que seria um “encantador de serpente”, pois não entendemos como o mesmo mantem Flavio Dino em sua mão. Mesmo assim, Weverton Rocha não merece ser eleito ao senado. Suas ações a favor da roubalheira, e contra a punição de bandidos, como fez ao apresentar emenda desfigurando o projeto de iniciativa popular “as dez medidas de combate corrupção”, diz do perigo, de se eleger uma pessoa com esse pensamento ao senado federal.

Além disso, as má companhias de Weverton Rocha, influencia negativamente o seu futuro politico, e caso o mesmo fosse eleito a um eventual mandato de senador, o Maranhão não iria ser bem presentado. Os ex-ministro Carlos Lupa e atual dono do (PDT), e o cangaceiro do Sertão Cearense Ciro Gomes, cobraria uma alta fatura de um eventual mandato, caso o povo maranhense cometesse essa loucura de eleger Rocha ao senado.
Tecnologia do Blogger.