Juiz americano que presidiu ação contra Petrobras nos EUA participa de Simpósio Internacional Anticorrupção em São Paulo


Juiz de grandes processos de corrupção, fraude e crimes financeiros nos Estados Unidos (EUA), Jed Rakoff, participará da primeira edição do Simpósio e compartilhará sua experiência sobre o tema

São Paulo, abril de 2019 - Juiz que presidiu a ação coletiva contra a Petrobras e que resultou no acordo de pagamento de 2.95 bilhões de dólares pela petroleira a investidores estrangeiros, Jed Rakoff participará da primeira edição do Simpósio Internacional Anticorrupção falando sobre a experiência americana no combate a crimes financeiros e de colarinho branco. O evento, que acontecerá no dia 29 de abril (segunda-feira), no Centro Integração Empresa e Escola (CIEE), no Itaim Bibi, em São Paulo (SP), abordará as principais questões sobre a corrupção e suas consequências para a sociedade e economia do país. Serão analisadas, ainda, as leis e regras vigentes sobre o assunto, assim como a introdução de novas políticas públicas e as reformas políticas, eleitorais, legais, criminais, administrativas e econômicas.

Juiz de relevantes processos de corrupção, fraude e crimes financeiros nos Estados Unidos, Jed Rakoff é conhecido como um dos principais juízes que atuam no combate aos crimes de colarinho branco, é graduado em literatura inglesa pela Swarthmore College, com mestrado em filosofia pela Universidade de Oxford e Juris Doctor pela Harvard Law School. Rakoff já atuou como juiz na terceira corte de apelações dos Estados Unidos (EUA) e como chefe de processos de fraude de negócios e títulos, no Gabinete do Procurador dos Estados Unidos. Autor de mais de 1500 pareceres judiciais, o juiz atuou, ainda, como co-presidente do Comitê de Identificação de Testemunhas Oculares da National Academy of Science. Atualmente, Rakoff é Juiz Distrital Sênior do Tribunal Distrital dos Estados Unidos e membro do Conselho Americano de Advogados Criminais.

Com um dos maiores acordos da história dos Estados Unidos, a Petrobras pagou US$ 2,95 bilhões para encerrar um processo movido por investidores da estatal em Nova York, que alegaram ter sofrido prejuízos em decorrência das perdas causadas pelo envolvimento da petroleira na Operação Lava Jato. Para o Chairman do Simpósio Jorge Washington de Queiroz, especialista em combate à fraude e corrupção, a ação coletiva contra a Petrobras é um grande exemplo dos prejuízos causados pela corrupção. "É necessário que todo indivíduo entenda a dinâmica envolvida no processo de corrupção e suas diferentes variáveis, tendo em vista que casos como o da petroleira afetam diretamente a economia e o bem-estar social da nação. Muitos acreditam, equivocadamente, que a corrupção não tem solução, mas tem sim. Quando identificamos como ela se forma, seus círculos destruidores e seus círculos virtuosos, certamente, saberemos como debelar esse hediondo crime", finaliza o idealizador do evento.

Serviço: "Simpósio Internacional Anticorrupção – O Combate à Corrupção e a Nova Era"Onde: Centro Integração Empresa e Escola (CIEE) – Espaço Sociocultural (Teatro CIEE) - Rua Tabapuã, 445 - Itaim Bibi- São Paulo (SP);
Quando: 29 de abril de 2019;
Horário: das 8h30 às 13h;


Programação e inscrições: www.ibgt.com.br

Sobre o Simpósio Internacional Anticorrupção

A primeira edição do "Simpósio Internacional Anticorrupção - O Combate à Corrupção e a Nova Era", evento sem fins lucrativos, propõe o debate sobre corrupção e suas consequências para a sociedade. Com renomados conferencistas, o simpósio irá discutir sobre as leis e regras vigentes, assim como, a introdução de novas políticas públicas e as reformas políticas, eleitorais, legais, criminais, administrativas e econômicas. O evento foi idealizado e concebido pelo especialista em combate à fraude e corrupção Jorge Washington de Queiroz, que é formado em engenharia pela Marquette University, com Mestrado em Dinâmica de Sistemas pela Universidade de Bergen e cursos de Pós-Graduação em economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em finanças pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), em direito e economia pela Universidade de Bergen, além de cursos de Doutorado em ciências políticas e filosofia na Universidade de Bergen. Com mais de 30 anos de experiência nas áreas de inteligência e estratégia, gestão e liderança, finanças e jurídico, reestruturação, fusões e aquisições, mercado de capitais, relações governamentais e gestão riscos, o Chairman do simpósio já atuou como Conselheiro, CEO, CFO e coordenou estudos sobre crimes financeiros no Brasil, para a United Nations Commission on International Trade Law (UNCITRAL), comissão das Nações Unidas sobre o direito do comércio internacional. É autor do livro "Corrupção, O Mal do Século – Entender para Vencer o Maior Crime contra a Sociedade". Recebeu, ainda, os prêmios de empresário e empresa do ano.


Informações para Imprensa:
NA Comunicação e MarketingFone: (11) 3032-1877
Marcio RibeiroE-mail: marcio@nacomunicacao.com.br
Fone: (11) 99426-8043
Mariana HaasE-mail: mariana.haas@nacomunicacao.com.br
Fone: (11) 999563212
Nataly BritoE-mail: nataly.brito@nacomunicacao.com.br

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.