Segunda maior igreja do Brasil será construída em Goiás

A festa do Divino Pai Eterno será cada vez mais incrível: o novo santuário terá mais de 12 mil metros quadrados, com espaço para 6 mil pessoas sentadas ou 13 mil de pé – e a praça ao seu redor será capaz de abrigar 250 mil pessoas

Barro Preto, atual Trindade, 1848. A casa de Constantino Xavier e Ana Rosa já não conseguia acolher o fluxo de fiéis que acorria para ver o medalhão de barro encontrado pelo casal goiano cerca de cinco anos antes, enquanto arava a terra, e que retratava o Pai Eterno ao lado do Filho e do Espírito Santo, coroando a Virgem Maria.
O casal construiu então uma pequena capela, coberta de folhas de buriti. Hoje, 170 anos e quatro templos cada vez maiores depois, o município goiano abriga as obras daquela que deve ser a casa definitiva do medalhão e nada menos do que uma das maiores igrejas do mundo.
O atual santuário, construído entre 1958 e 1994, é o local da tradicional romaria e da festa em louvor ao Divino Pai Eterno desde 1974. As celebrações deste ano, que aconteceram no final de junho, quebraram mais um recorde e receberam cerca de três milhões de romeiros durante os dez dias da novena e da festa, consolidando Trindade como o segundo maior destino religioso do Brasil, atrás apenas de Aparecida.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.