Índia. Quarentena no trânsito imposta à cacetada.


O Governo indiano decretou a quarentena total num país com mais de 1300 milhões de habitantes. Para os que a tentam desrespeitar, a polícia encontrou formas musculadas de os colocar no “bom caminho”.

Não é fácil manter em casa, contra a sua vontade, um indivíduo, quanto mais uma nação com mais de 1300 milhões de pessoas. Mas decretar a quarentena total durante 21 dias foi a solução encontrada pelo Governo indiano para tentar controlar o avanço da pandemia do coronavírus, com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, a defender ser necessário suportar estes 21 dias em casa, para evitar atrasar o país 21 anos.

A quarentena entrou em vigor a 25 de Março, mas rapidamente se tornou evidente que muitos automobilistas e, sobretudo, os condutores das motos, scooters e riquexós continuaram a deslocar-se de um lado para o outro como se nada tivesse acontecido. Num país como a Índia, é este tipo de veículos que assegura uma parte importante do transporte de pessoas e carga, necessárias para fazer funcionar a sociedade. Mas agora em claro desrespeito pelo distanciamento social decretado pelo Governo.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.