Prefeito de Açailândia tinha que decretar urgente fechamento total “lockdown”. Município já pode passar a faixa de mil contaminados pelo COVID-19


Nesse momento de pandemia pelo viruas chinês COVID-19, onde estamos perdendo parentes, amigos, e desconhecidos, temos que ser querente, esquecer as paixões políticas, e tratar desse assunto com toda seriedade possível. 

Não importa se você votou em A ou B, o que importa nesse momento é o engajamento de todos,  para enfrentar essa crise  de frente. E como você pode ajudar? Muito simples! Ficando em casa, e só sair em extrema necessidade, e quando for preciso sair usar máscara e manter o distanciamento social. 

Em se tratando de nossa cidade Açailândia, a  situação é complicadíssima, as pessoas em sua maioria não estão levando a coisa a sério, fazem até chacota, memes,  promovem até mesmo festas isoladas em plena pandemia. 

O prefeito Aluísio Sousa e o secretario de Saúde do município tem feito o que podem no combate ao vírus chinês, só que é preciso ações mais enérgicas em torno da situação. Como exemplo, o bloqueio total das atividades não essenciais em  Açailandia, o tal “lockdown”.  

Sabemos das boas intenções do prefeito Aluísio Sousa. Só que o  gestor tem que mostrar pulso firme, e de uma vez por todas parar de ficar recebendo orientação de terceiros, e fazer valer o seu poder de decisão. Afinal de contas, o que é mais importante, uma crise financeira ou uma grande numero de  morte de pessoas queridas? 

Muito embora, estejamos em plena pandemia, o presidente da Câmara Municipal de vereadores deveria seguir a orientação do vereador Heliomar Laurindo, em se reunir virtualmente para ajudar o município a enfrentar a crise.  Afinal de contas,  chova ou faça sol, os parlamentares continuam recebendo seus salários integralmente. 

Muito embora eu discorde do governador Flávio Dino em todos os sentidos, só que temos que elogia-lo no tocante ao endurecimento das tomadas de decisões que estão sendo implementadas pelo governo no tocante ao combate ao vírus chinês. Como exemplo, o bloqueio total  o tal 'lockdown em São Luis. 

A essa altura do campeonato, é bem provável que  em Açailandia,   já ultrapasse a  faixa de uns mil contaminados. Pois a secretaria de saúde e a própria prefeitura,  não dispõe de  estrutura técnica nem operacional de enfrentamento da pandemia.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.