Alunos da Escola Municipal Cecília Meireles em Açailândia são transferidos para a Escola Roseana Sarney

A Escola Roseana Sarney e mais 15 escolas, será totalmente reformada, visando garantir a qualidade no ensino e ao mesmo tempo organização administrativa, financeira e melhor aplicação dos recursos públicos.


Em meio às especulações criadas e postadas em redes sociais, a secretaria de educação informa aos pais de alunos e a população em geral que a mudança se dar por necessidade de adequação da gestão escolar, mas que não haverá nenhum prejuízo aos alunos, muito pelo contrário, terão com essa mudança, a garantia de maior comodidade nas salas de aulas, principalmente, no próximo ano letivo.

A transferência dos estudantes da Escola Municipal Cecília Meireles, fez-se necessária em virtude ao que vêm acontecendo em todos os municípios brasileiros, a queda significativa dos recursos financeiros oriundos do FNDE.

Por conta disso a secretaria de educação busca se adequar a essa realidade reduzindo gastos, e, uma das formas encontradas é ocupar as vagas disponíveis em escolas mais próximas – é o caso dos alunos da Escola Cecília Meireles que ocuparão, sem nenhum prejuízo, as salas disponíveis na Escola Municipal Roseana Sarney.

Para 2019, diante do reordenamento, e a busca do cumprimento constitucional de Economicidade, a E.M. Roseana Sarney disponibilizará 06 salas em um turno para receber 190 estudantes para escolas do próprio município e assim cortar gastos com aluguel de mais um prédio, como é o caso da Escola Cecília Meireles que é de propriedade da Igreja Católica e atende atualmente esses 190 alunos do 1º ao 5º ano.

Diante desse reordenamento que ocorre no final de cada ano letivo, esses alunos serão matriculados nas escolas próprias do município que disponibilizam vagas, como é o caso das escolas São João Batista, Tancredo Neves, Rafael de Almeida, Arenyvya e Sara Kubistchek.

A Secretaria Municipal de Educação, por meio do Departamento Pedagógico, já está fazendo estudo das demandas de matrículas a fim de melhor atender a comunidade, direcionando os pais para as escolas mais próximas das suas residências, considerando que são atendidos alunos que poderiam ser matriculados nas escolas do próprio bairro, como é o caso dos estudantes que residem no Jardim de Alah, que tem 03 (três) escolas aptas para atender esses estudantes (E.M. Rafael de Almeida, E. M. Arenyvya e E. M. Sara Kubistchek).

A secretaria de educação se encontra em um momento de discussão curricular e para que as orientações pedagógicas sejam efetivadas com qualidade, perpassa pela reestruturação de atendimento da rede que demanda da acomodação dos alunos em melhores espaços relacionados a infraestrutura e quantidade de alunos por sala.

Neste caso, a Escola Roseana Sarney e mais 15 escolas, será totalmente reformada, visando garantir a qualidade no ensino e ao mesmo tempo organização administrativa, financeira e melhor aplicação dos recursos públicos.
Ascom.
Tecnologia do Blogger.