Presidente nacional da UDN inicia estruturação do partido no Maranhão

O coronel Monteiro foi o nome escolhido para comandar a nova configuração do partido União Democrática Nacional (UDN) no estado Maranhão. A definição aconteceu nesta segunda-feira (29) durante reunião do presidente nacional da legenda, Marco Vicenzo, com o militar. O futuro da agremiação na região Nordeste também foi um dos assuntos tratados.
A UDN, que teve sua história política interrompida em 1965 após a proclamação pelas Forças Armadas do Ato Institucional nº 2, será refundada. Na última segunda-feira (22), o presidente do partido protocolou, no Tribunal Superior do Trabalho (TSE), uma petição para reinstalar o partido criado em 1945. Para Vicenzo, esta é a oportunidade de resgatar o que foi feito no passado e trabalhar para que os direitos dos cidadãos sejam respeitados, para que a democracia seja fortalecida, e para que as instituições tenham independência.
Marco Vicenzo ressalta que não poderia ter escolhido um nome melhor para representar a sigla no estado. “Precisamos de pessoas virtuosas como o Coronel Monteiro para mostrar o grande partido que seremos em qualidade política. O ‘Endireita Maranhão’ inaugura a acolhida que precisamos dar aos movimentos sociais, com esperança em uma verdadeira renovação política que ainda não existiu”, afirma.
Para o Coronel Monteiro, o resgate da antiga UDN é a oportunidade para instigar a democracia no estado. “Tenho certeza que a parceria entre a UDN e o ‘Endireita Maranhão’ só fortalecerá o debate livre e democrático no Estado e a política de mãos limpas – fiel a princípios morais. Esse é o Maranhão que todos queremos”, ressalta.
O Coronel Monteiro foi pré-candidato ao Governo do Estado do Maranhão nas eleições de 2018. Atualmente, ele é Secretário do Patrimônio da União no Maranhão e líder do “Endireita Maranhão”, movimento com viés ideológico de direita, que visa conquistar espaços ocupados pela esquerda no estado.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.