As duas faces de Flávio Dino, "saída" de Moro, arapongagem, e os 18 milhões da saúde: “Faça o que eu digo, mais não faça o que eu faço”.


O mesmo Flávio Dino que pede a saída de Sérgio Moro do ministério da Justiça, só porque o ministro enfrentou e vem enfrentando os criminosos, é o mesmo que vem acobertando acusações de um rombo de 18 milhões na saúde, e acobertando acusado de ser responsável por escuta clandestina contra desembargadores.

E o pior, O governo também é acusado abafar o caso da morte suspeita do médico que denunciou o esquema do rombo de 18 milhões da saúde, fato esse que nunca foi esclarecido. Quanta contradição em uma mesma pessoa não é mesmo?  “Faça o que eu digo, mais não faça o que eu faço”.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.