Colaboradores e contratados da Alumar vacinam contra a COVID-19

A engenheira  Mônica Cavalcante foi a primeira vacinada na Alumar

Os profissionais da indústria foram incluídos no grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização (PNI) e o governo do Estado do Maranhão está viabilizando as doses da vacina contra a COVID-19 para o setor. 

De forma a acelerar a imunização da classe industrial e facilitar o acesso de seus colaboradores diretos e indiretos, as vacinas começaram a ser aplicadas no dia 26 de maio, na Alumar, pelos profissionais da Secretaria de Estado da Saúde – SES, com apoio do Serviço Médico do Consórcio. 

Acompanharam o início da vacinação o secretário Estadual da Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo; Marcos Grande, Presidente da Empresa Maranhense de Administração Hospitalar – EMSERH; Thiago Fernandes, Secretário Adjunto de Estado da Saúde; ao lado do diretor da Alumar, Helder Teixeira, e de toda a liderança do Consórcio. 

Para o diretor da Alumar, Helder Teixeira, "mantendo a nossa política de proteção à vida em primeiro lugar, recebemos estas vacinas com muita gratidão e alegria. Uma importante imunização junto aos outros cuidados, nos indica um futuro mais seguro em relação à pandemia". 

O superintendente do Serviço Médico da Alumar, dr. Jorge Duailibe, comemora o início da vacinação, mas aproveita para fazer um alerta. " A vacinação é um importantíssimo passo de proteção à saúde e à vida. É uma resposta reconhecidamente eficiente contra a Covid-19. Além da vacina, é fundamental manter o distanciamento social, uso de máscaras e a higienização das mãos. Não podemos baixar a guarda, a pandemia não acabou."

Na ocasião, o secretário Simplício Araújo afirmou que iniciou a vacinação dos trabalhadores da Indústria, em nome do Governador Flávio Dino. “O Maranhão é o prímeiro estado a garantir vacinas para a força de produção do nosso estado”.   

Pessoas em primeiro lugar 

Desde o ano passado, a Alumar tem realizado várias ações que contribuem no combate à COVID-19, dentre elas, doações de respiradores para os hospitais públicos do estado, equipamentos para a UPA 24h da Zona Rural, fornecimentos de máscaras, testes rápidos e, também, equipamentos para os Hospitais Universitário e da Mulher.

Uma parceria com a Fiema viabilizou a manutenção de respiradores e num esforço conjunto com a Associação Comercial do Maranhão e demais entidades de classe, a Alumar ainda participou Programa Avança Maranhão que contribuiu na redução dos impactos ocasionados pela crise sanitária.

Na comunidade, além de doação de cestas básicas, o consórcio promoveu ações para geração de renda por meio da produção de máscaras. Até agora, a Alumar destinou como ajuda humanitária R$ 1.7 milhão.

Em relação às pessoas nas suas operações, desde cedo, a fábrica adotou práticas e processos rigorosos para mitigar os impactos da pandemia.  Seguiu as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e órgãos de saúde nacionais e locais, limitou à entrada de visitantes; suspendeu viagens dos colaboradores a trabalho, mesmo dentro do Brasil; cancelou reuniões e eventos e investiu em campanhas para adesão aos cuidados com higiene das mãos, uso de máscaras, etiqueta respiratória e medidas para manter o distanciamento social como aumento no número de ônibus de transporte dos colaboradores. Nas áreas operacionais a higienização e desinfecção de EPIs e veículos industriais foi intensificada. 

Sobre a Alumar 

O Consórcio de Alumínio do Maranhão - Alumar é um dos maiores complexos industriais de produção de alumina e alumínio do mundo. Inaugurado em julho de 1984, é formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto e South32 e desempenha um papel importante no Maranhão. Cerca de 90% de seus colaboradores são maranhenses, além de contar com centenas de fornecedores locais.

O sistema de gestão da Alumar é integrado e engloba gestões de qualidade, saúde, segurança e meio ambiente estabelecido com base nas normas NBR ISO 9001, NBR ISO 14001 e OHSAS 18001. Em 2019, obteve a certificação ASI, (Aluminium Stewardship Initiative), o mais importante Selo de Sustentabilidade na cadeia de valor do alumínio.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.