Militares fechem logo o STF e o Congresso. Do contrário, o Brasil será transformado em uma nova Venezuela



O Brasil literalmente não está acostumado a conviver com um governo sem escândalo de corrupção. Um exemplo disso, é o momento que estamos vivendo, onde o atual o presidente Jair Bolsonaro, eleito democraticamente não consegue governar.

Ao terminar com a mamata, ou seja, fechar as torneiras da corrupção, principalmente os recursos que era destinado a imprensa podre e imunda, as organizações criminosas como MST, CUT, CGT, ONGS, ETC, o presidente ficou na mira dessas organizações, que a todos instante persegue o governo.

Desde que o governo militar do ex-presidente João Figueiredo deixou o poder, ao longo do tempo todos os governos sucessores aparelharam o sistema para roubar e para manter a impunidade.

E de quem é a culpa de toda essa balburdia? Um dos principais culpado chama-se (Supremo Tribunal Federal (STF).

Esse órgão, em vez de ser um exemplo contra a corrupção, faz é avacalhar de vez a situação, dando cobertura a bandidagem e impunidade. Hoje o STF se transformou em um puxadinho para a imoralidade e um defensor das organizações criminosas.

Outro culpado em parte é a própria população, que na hora de votar, resolve vender seu voto por migalhas, ou mesmo elegem bandidos, como no caso principal o ex-presidente Lula, o maior ladrão que a república já produziu.

Nesse momento de caos, momento de crise moral e política, principalmente ocasionada pelo vírus chinês, chegou o momento do presidente Jair Bolsonaro agir firmemente com o apoio das forças armadas, fechando imediatamente essa casa da mãe joana chamada de Congresso Nacional, bem como o Supremo Tribunal Federal (STF) para Balanço. Do contrário, o Brasil caminha para se transformar em uma Venezuela, em uma Cuba ou mesmo numa Argentina.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.