No Maranhão: Bolsonaro poderá dá um tiro no próprio PÈ, Caso se torne aliado do deputado Josimar de Maranhãozinho

Deputado oportunista Josimar de Maranhãozinho e o presidente Jair Bolsonaro

No Maranhão, o presidente Jair Bolsonaro caso aceite se filiar ao partido comandado por Valdemar da Costa Neto, poderá dá um tiro no próprio PÈ, caso aceite que o deputado Federal Josimar de Maranhãozinho continue no comando do Partido Liberal (PL) no estado. Afinal
água  não se mistura com óleo

Josimar tem em seu currículo diversas acusações de corrupção, e isso os eleitores do presidente Jair Bolsonaro no estado não tolera. Para se ter uma ideia, a pouco tempo atrás o deputado era aliado político do desastroso governador do estado Flávio Dino. 

Enquanto Josimar e seu grupo ajudava o desastroso governador Flavio Dino, o prefeito de São Pedro dos Crentes Laehsio Bonfim conseguiu proporcionalmente dá a vitória ao atual presidente Jair Bolsonaro em seu município tanto no primeiro bem como no segundo turno das eleições presidenciais. 

Enquanto Josimar de Maranhãozinho usava seu poder para ajudar politicamente o comunista Flavio Dino o então candidato a presidente Jair Bolsonaro só conseguiu a vitória em apenas três municípios do estado, que foram São Pedro dos Crentes, Açailândia e Imperatriz. 

Por questão de lealdade e de reconhecimento, se é que isso existe em política, o presidente Jair Bolsonaro teria por obrigação moral se afastar de vez   do deputado oportunista Josimar de Maranhãozinho, e cair em campo para ajudar seu único aliado no momento que o presidente precisava, que é o atual pré-candidato ao governo do maranhão Laehsio Bonfim. 

 

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.