Intelbras adquire 100% da Renovigi Energia Solar


União das duas empresas reforça a estratégia de avançar no mercado de geração distribuída do país.

A Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias, anunciou nesta quarta-feira (16) que adquiriu 100% do capital da fabricante Renovigi Energia Solar.

Segundo as empresas, o objetivo é ampliar a oferta de soluções no mercado de energia solar, avançando no segmento de geração distribuída no país.

A conclusão da aquisição está sujeita às aprovações regulamentares exigidas por lei, do CADE e demais autoridades econômicas.

Fundada há 10 anos e com sua matriz em Chapecó (SC), a Renovigi tem mais de 1,5 milhão de painéis solares instalados.

Já a Intelbras, com sede em São José (SC), tem 45 anos de existência e está listada na B3, tendo realizado a abertura do seu capital há um ano. 

Ainda de acordo com as duas companhias, as operações de ambas as companhias, assim como as políticas comerciais e de produtos, continuarão independentes.

“A Intelbras traz mais força e robustez ao mercado de energia solar com a união das duas empresas. A aquisição trará aos diversos canais de vendas e parceiros uma grande oportunidade de realização de negócios, ampliando ainda mais a disponibilidade de produtos ao mercado local, fazendo com que toda a cadeia seja beneficiada, o que inclui o consumidor final, pequenas, médias e grandes empresas”, afirma Altair Silvestri, CEO da Intelbras.  

“A missão da Intelbras é tornar esta tecnologia acessível em todo o Brasil, o que reforça o nosso compromisso ambiental, social e econômico junto aos nossos stakeholders”, acrescenta o executivo.

“A Renovigi é uma empresa que nasceu dos sonhos e projetos dos seus fundadores e cresceu com foco em energia sustentável. Nossa missão é tornar o mundo mais sustentável tendo o Sol como inspiração. O processo de consolidação no mercado nacional de energia solar está ocorrendo a passos largos e a união com Intelbras vai nessa direção”, afirma Gustavo Müller Martins, CEO da Renovigi.

“A soma de sinergias operacionais e o acesso a recursos são pontos fundamentais para o aumento da nossa competitividade e a ampliação de participação no mercado brasileiro. Nossa rede nacional, com mais de 4 mil empresas credenciadas, será beneficiada com a união de esforços das duas companhias. Duas grandes marcas nacionais agora unidas para criar mais oportunidades, inovações, tecnologias e segurança para o mercado de energia solar no Brasil”, conclui o executivo.

Fonte:canalsolar.com.br

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.