"Justiça" como sempre a serviço do crime. Gilmar implacável a favor do crime


         “Cego com HIV tem Gilmar como seu algoz"

         Um dos poucos momentos de lucidez de Mendes

Em junho de 2018, Gilmar Mendes decidiu manter preso Valdemir Firmino, acusado de ter roubado 140 reais em 2013, no interior paulista. As condições de saúde do detento não sensibilizaram o ministro. A Defensoria Pública de São Paulo ainda tentou argumentar que se tratava de uma questão humanitária. Cego, Valdemir havia contraído HIV e sofria de ataques de convulsão na cadeia, onde não tinha acesso a medicamentos e tratamento adequado. Os argumentos eram acompanhados de laudos médicos, que atestavam a doença e apontavam risco de vida.

No mesmo dia em que mandou o portador de HIV cego permanecer preso por roubar 140 reais, Gilmar Mendes concedeu habeas corpus a quatro figurões presos na Operação “Câmbio, Desligo”…”

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.