Empresa de tecnologia instala usina de 1,3 MWp com módulos bifaciais

 


A energia solar está presente de Norte a Sul no Brasil, desde escolas a hospitais até quiosques e comunidades carentes. Afinal, a eficiência energética, atrelada a economia e sustentabilidade, é o que os consumidores estão buscando em seus empreendimentos.

Como é o caso da Gaúcha Tecnologia e Participações, sediada na cidade de São Borja (RS) que instalou uma usina fotovoltaica com capacidade de 1,3 MWp, distribuídos em uma área de 6.095,6 metros quadrados.

De acordo com a HCC Energia Solar, empresa responsável pelo projeto, foram utilizados 1.960 painéis solares bifaciais de 650 W da Canadian Solar, bem como quatro inversores Growatt Max 185-253KTL3-X HV. Os módulos são de silício monocristalino, com uma vida útil estimada de mais de 25 anos e degradação da produção devido ao envelhecimento de 0,8 % ao ano.


Segundo a empresa, as placas foram montadas em suportes de aço galvanizado, com um ângulo de 20°. Os sistemas de fixação da estrutura resistem a rajadas de vento, com velocidade de até 120 km/h.

Além disso, a planta fotovoltaica, que está conectada na rede de baixa tensão trifásica de 380 V, atenderá mais de 200 instalações do cliente e irá proporcionar uma economia mensal de 1.996.417 kWh/ano.

“Encontrar um inversor que esteja acompanhando a tecnologia avançada dos painéis é bastante difícil. Então, a gente quis trazer um desafio”, disse a engenheira Lenize Rodrigues, responsável pela obra.



A ideia, de acordo com ela, foi reduzir o número de áreas que estavam utilizando, mas mantendo a potência que atendesse a necessidade do cliente. “Outro ponto a ser destacado é a questão do módulo, que por ser bifacial, pode gerar de 15 a 20% a mais do que está previsto. Otimiza, então, e traz muito mais benefício ao cliente”, ressaltou.

Nenhum comentário

SEJA BEM VINDO, PARTICIPEM E COMENTE A VONTADE

Tecnologia do Blogger.